Graças a Deus, nasci homem!

Padrão

A essa hora, quase onze da noite, definitivamente eu não estava pensando em escrever esse post.  Mas em vista do que acabou de acontecer, não tive escolha!

Há pouco, sentei confortavelmente no sofá para comer. Peguei o controle remoto, fui ver o que tinha de interessante passando e acabei parando no GNT. Tinha acabado de começar o Superbonita. Como era o primeiro que eu via com a Sandy apresentando, parei para assistir (prefiro a Luana Piovani). Ainda me desculpei com o meu marido (“é só meia horinha de programa, vai?”), afinal que homem gosta de ver programa de beleza? Não poderia ter sido mais hilário!

O assunto de hoje era cuidado com as mãos e pés e a produção levou uma moça para um SPA de mãos.

— O que é aquilo?
— É uma luvinha de silicone.

Silêncio.

O programa continua e a Nívea Stelman dá dicas para relaxar os pés. “Chegar em casa e colocar os pés para cima é muito bom! Mas fazer um escalda-pés também é uma delícia…”

— Escalda-pés?

— É. Escalda-pés.

— O que é isso?

— É quando você coloca água quente em uma bacia e coloca os pés dentro para relaxar. Pode colocar sais na água, algum produto que ajude a hidratar ou fazer salmoura mesmo.

E a Nívea, na TV: “… mas bom mesmo é uma massagem! Reflexologia…”

–Reflexologia?
— É, quando massageia alguns pontos nos pés que correspondem a alguma parte do corpo.
— Aquilo que você faz em mim?
— É!
— Sabe o que relaxa mesmo o pé? Chegar em casa, tomar um bom banho, deitar na cama e dormir! Relaxa que é uma beleza!

No bloco seguinte, é a vez de uma mulher passar por uma “transformação”, fazendo cabelo e maquiagem. Para finalizar o penteado, o cabeleireiro usa uma cera em pó para dar volume no cabelo. “Que interessante… cera em pó eu não conhecia.”

A etapa seguinte é a da maquiagem. “Está vendo? O certo é praticamente só usar pincel. Em casa a gente faz tudo errado.” Corretivo, base, pó, lápis, sombra, rímel, blush, batom…

— Mas você não usa tudo isso.
— Não, uso o básico.
— E por que você não usa?
— Porque eu não tenho tempo, não tenho todos aqueles produtos e o lugar onde trabalho não condiz.
— Hum…

Etapa 1 da transformação concluída.

— Nossa! Que diferença, hein? Ela estava feinha!
— E essa é só a maquiagem para o dia. Você ainda vai ver como fica a de noite.
— Como assim a de noite?
— A que ela vai usar à noite.
— Mas tem mais? O cara passou um monte de coisa e ainda tem mais?
— Tem.

Enquanto o cabeleireiro maquia a moça, vai explicando o que fazer, como fazer, que cor usar de que jeito e aonde. Em seguida, ele dá umas dicas para combinar a maquiagem e a cor do esmalte. Se a maquiagem estiver mais forte, usar uma cor clarinha; se for mais suave, pode usar um esmalte escuro.

— Mas é muita informação! Já não sei mais o que tem que combinar!

A maquiagem está quase terminando, quando escuto:

— Nossa, o que ele fez? Parece que ela tem duas sobrancelhas!
— Não parece, não.
— Ah, parece sim! Olha lá o outro risco!

Para finalizar, cílios postiços.

— O que ele está fazendo?
— Colocando cílios postiços.
— Cílios postiços? Ah, não! Isso eu nunca vi! Pra quê isso?
— Para alongar e ficar mais bonito.

E o programa termina.

— O programa já acabou e eu não guardei metade das coisas! É informação demais! Como vocês conseguem? Aquele monte de coisa para passar no rosto, várias cores, nem sei o que é que tem que passar, escalda-pés, reflexologia…

Então ergue as mãos, olha pra cima e diz:

— Senhor, muito obrigado porque eu nasci homem! É tudo muito mais fácil!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s